Etiqueta básica no Japão

etiqueta-japonesa_062

Etiqueta básica no Japão
Para início de um bom relacionamento a primeira impressão é muito importante. Além disso, os orientais em geral prezam pelas boas maneiras e pela educação. Para não cometer gafes ao encontrar-se em situações que requerem um pouco do conhecimento da cultura, é necessário saber algumas dicas do que fazer e não fazer.

Ao encontrar um conhecido oriental:

shinjiworldblogssapopt

O Cumprimento – este dever ser sempre muito respeitoso. Ainda, tendo em vista, a hierarquia de status no Japão, isto é, o mais novo sempre cumprimenta antes que o mais velho, quem tem posição social melhor espera o cumprimento do outro ou aquele que possui um nível inferior na empresa em que trabalha, deve cumprimentar o superior, assim por diante. O cumprimento resume-se a um curvamento, no qual a pessoa com quem quer cumprimentar retribui àquele que o fez. Vale lembrar, quanto maior o apreço pela pessoa deve-se curvar mais, e, prolongado, como uma demonstração de respeito e admiração.

cartao-de-visita-rafael-rossi1Uso de cartão de visitas
Os japoneses ao conhecer alguém dão o cartão de visita como meio de se apresentar ao outro. Porem requer-se um ritual de respeito, como o cumprimento. A pessoa de deve receber com as duas mãos e olhar para o cartão.

tirar-os-sapatos-takasakiVisita a casa de orientais
É de costume, antes de entrar, retiram-se os sapatos como simbolismo de higiene e para não dar trabalho de limpeza à dona da casa, isso porque no Japão não é comum ter empregadas domésticas.
Ainda, quando há convidados em suas residências os orientas oferecem um lanche ou um chá, por isso, os convidados costumam levam um omiyaguê (presentinho), que normalmente é um doce, uma salgadinho, para complementar o chá, mas também pode ser um utensílio de casa ou um enfeite.

cerimonia_cha-wwweducacaoadventistaorgbrO chá
Em muitas casas japonesas se oferecem chá verde, café ou chá preto, de acordo com a preferência do convidado. Porém os japoneses não tomam chá verde com açúcar ou leite.

refeicao-japonesa-nippo-culturaÀ mesa em um jantar ou almoço
As refeições geralmente são servidas em porções individuais, e são colocadas em diversos pratinhos e potes, mas a comida pode ser servida em pratos maiores para serem compartilhados com outros que estiverem a mesa, no entanto, isso só é feito quando há pessoas mais próximas, nos quais cada um pega a comida com próprio ohashi.

Café da manhã
Sempre bem reforçado, os orientais costumam tomar a sopa de massa de soja, missoshiro, com gohan (arroz branco e empapado), com algum okazu, mistura, para que eles comecem o dia bem alimentados.

hashi_bligigcombrO uso do ohashi
Quem nunca se viu lutando com aqueles palitinho de bambu? O uso dos palitinhos veio com a influência chinesa, no começo, somente era usado pela nobreza da era Heian (794 a 1192) e por volta do séc. XVIII toda a população passou a adotá-la.
Porém, o original não era igual ao atual. Ele era feito de uma tira de bambu dobrada ao meio, e funcionava como uma espécie de pinça, mas com o tempo outros materiais foram incorporados, como osso de animal, madeira, marfim ,ouro, metal.

O que não se deve fazer:
• cruzar os hashis,
• Jamais espete o hashi na comida,
• Nunca pegue a comida na posição vertical,
• É falta de educação escolher a comida com o hashi.
A etiqueta japonesa permite que a pessoa leve o tchawan (tijela usada para comer) perto da boca. Mas é deselegante empurrá-la para a boca, principalmente usando o hashi!
O costume em geral é manter a tigela de arroz a sua esquerda e utilizar a mão direita para pegar o alimento com o ohashi.
É muito esquisito e falta de educação, dividir o mesmo prato, passar a comida para o outro com o seu ohashi.

Bebidas alcoólicas
Normalmente as pessoas servem umas as outras, não sendo costume servir o seu próprio copo, os amigos em um grupo observam os copos dos demais, e servem mais a medida que se esvaziam. Os japoneses não bebem apenas saquê, mas também apreciam cervejas, vinho e uísque.

4 thoughts on “Etiqueta básica no Japão

  1. Achei muito interessante esse post!
    Aqui em minha cidade temos uns poucos “orientais” e sabemos muito pouco sobre sua cultura.
    Tudo o que temos de informação foi passado pela televisão. Conheço alguns e “nunca” fui à casa deles para conferir sua cultura ou costumes ou se estes foram mantidos ou não e coisas assim.
    Apesar do tempo que os Asiáticos vindos do Japão estão no Brasil, acho que não têm a mesma “fome reprodutiva” dos chineses!? rsrs
    Nos próximos dias estarei em São Paulo para uma reunião e esta se realizará no Bairro da Liberdade… se tiver um tempo quero experimentar comida Japonesa e estas instruções vieram bem a calhar, apesar que imagino “haverem muitos sites sobre o assunto”, mas este veio oportunamente indicado pelo amigo Mario Simabukuro.

    Melhores cumprimentos deste Monstro caipira.

    • Olá Monstro, que bom que gostou do post, se tiver algo interessante que você quiser saber ou contribuir com informações e matérias é só nos enviar, para que possamos estar melhorando e dividindo com os outros. Abs Stella

  2. gostei post,tinha coisa q eu nao sabia mas so que eu sou esquerdo e uso a mao direita para pega a tigela de arroz e uso a mao esquerda para usa o hashi.com isso vou tem algum problema pq eu sempre vou a um restaurante japones e nao queria paga mico.

  3. Eu estav justamente procurando um site com informações mais precisas sobre a etiqueta e posicionamente correto. Gostei muito da matéria e vai me ajudar muito a escrever a fanfic meio japonesa.
    Também espero manter isso em mente caso algum dia eu tenha a sorte de ser convidada para almoçar na casa de algum japonês.
    IObrigado

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>