Carne de Cachorro

À primeira impressão, o fato de ingerir carne de cachorro pode parecer algo repugnante aos olhos dos ocidentais. No entanto, podemos dizer que se trata de um pré-conceito e de choque cultural, já que o cachorro é considerado pela maioria das etnias “o melhor amigo do homem”.

Afinal qual é a origem desta historia? Segundo estudos do Royal Institute of Tecnology, em Estocolmo, em parceria com uma equipe de cientistas chineses, o cão doméstico apareceu há 16000 anos no Extremo Oriente, e a idéia inicial era a domesticação para o uso culinário, igualmente aos porcos, galinhas e etc. Além disso, na China, na Dinastia de Qin (221-24 A.C), os utilizavam em antigos rituais de fins terapêuticos, segundo manual médico de 1578 – “Bencao Gagmu”, o cão era descrito como alimento que fazia muito bem para os ligamentos, circulação sanguínea e a digestão.

Hodiernamente, dos poucos apreciadores da carne canina que ainda mantém a tradição milenar estão localizados no interior da Coréia do Sul e alguns vietnamitas, estes degustam os denominamos “Boshintang”, prato a base de carne de cachorro. E, comem com mais freqüência no verão porque ela supostamente dá energia e é facilmente digerida pelo corpo. O prato costuma vir em forma de ensopado de carne cozida e muitos vegetais. Dizem que a carne em si é macia, mas não é especialmente saborosa.

De modo que se quisermos apreciar um prato destes, de forma legal, temos que ir até o interior da Coréia do Sul onde ainda servem em restaurantes, e o preço não é nada acessível chegando a custar U$ 100, pois devido as transformações sociais, o costume de comer carne de cachorro vem mudando, e o animal tem sido considerado como bicho de estimação.

No Brasil, este assunto ainda é considerado tão polêmico que tornou-se manchete nas últimas semanas em todos os meios de comunicação, do qual donos de restaurantes foram presos em flagrante, acusados de vender carne de cachorro para seus clientes descendentes de coreanos, no bairro do Bom Retiro, região central de São Paulo, e, devem ainda responder por crime contra o meio ambiente, maus tratos a animais, com a qualificadora de morte, crime contra a relação de consumo e formação de bando ou quadrilha.

Será que devemos levar esta questão ao extremo? O que é certo? O que um indiano acharia de comermos carne de vaca? Ou o que os chineses pensariam sobre comer carne de rato? Ainda, os deliciosos escargot, é chique? Bateu aquela fome? Um cachorro quente, por favor…

Este artigo é escrito por stellapok para o site Asia4net, se estiver lendo este artigo em outro site, por favor nos avisem do plágio nos comentários. Valorizem o trabalho de quem se esforçou pesquisando e escrevendo com todo o carinho e dedicação para você!

Escrito por stellapok

25 thoughts on “Carne de Cachorro

  1. Eu particularmente não sinto vontade alguma de comer, mas se o “cães comestíveis” já forem criados com essa finalidade, não vejo nada demais.

    É hipocrisia ficar falando de ter dó dos cachorros e depois sair comendo carne de porco, ambos são mamíferos. E há quem têm porcos de estimação.

    Eu gosto de cachorro (não de comer). Sou absolutamente contra o maltrato a animais, porém se existe um sistema de criação e abate dentro de uma cultura de um povo, não vejo problemas. Considero todo esse barulho um grande preconceito cultural.

    No caso que ocorreu em São Paulo, pode ser discutível, pois não estamos na Coreia, mas também não é preciso toda essa polêmica.

    Todo mundo sabe dos maltratos que os touros sofrem na Espanha e no México naquelas touradas e quando soltam o bicho pelas ruas. Se bem que ele pode dar umas chifradas nuns vagabundos, antes de morrer. hehehe.

    • Pedimos desculpas por demorar em aprovar os comentários! Nossa equipe no momento está trabalhando na reformulação do blog e na busca de novos colunistas.

      @Stellapok está ocupada no momento, então estarei aprovando e respondendo os comentários por ela, ok?

  2. Acontece que não é tao simples assim: matar o animal e pronto. Na coreia, antes de matar o animal para comer eles torturam pois acreditam que as substancias produzidas pelo animal que sente dor propicia um aumento na potencia sexual dos homens. Horrivel nao é? mas infelizmente é verdade, por isso o horror dessa crueldade.

  3. Acontece que o Brasil é uma outra cultura,que eles comam cachorro, inseto o que seja é compreensivel lá,mas não aceitavel aqui.A cena acima me causa um terror indescritível, mas entendo que é a cultura deles e ainda bem que estão bem longe, os que estão aqui e fazem isso mesmo sabendo que é crime e ilegal têm sim que receberem o rigor da lei; não seria diferente se fôssemos nós brasileiros que incorressemos em algo inaceitavel la na coreia.

  4. Coloquei um comentario aqui sobre essa cultura de vcs de comerem cachorro e da diferença cultural entre Brasil e Coreia sobre essa questao. E vcs retiraram meu comentario, entao é so aceitar tudo de vcs sem a minima reflexão. BLOG INUTIL

  5. Para:@Milena – Aceito sua opinião, mas creio que seja um tanto rude de sua parte acusar sem fundamento. Desconheço essa parte da tortura de animais. Por isso peço que envie um link com um site de fonte segura e de confiança que dê fundamento para sua afirmação, senão sua acusação é vazia, sem fundamento e somente causa boatos maldosos (Hoax)

    Puxa Milena… não precisava criar os personagem @carina e @Junior para ofender e ser grosseira de forma preconceituosa e racista…
    Primeiro, porque não vou permitir que comentários impróprios e de baixa qualidade seja aprovado.
    Segundo que por meio do email que usou e do seu IP, sei muito bem que vocês três são a mesma pessoa.

  6. Para: @Takeshi
    Agradecemos novamente a visita e o apoio de sempre! Sem dizer que tambem adoro seu blog! =)

    Quando Stellapok falou que escreveria um artigo polêmico como este, me causou um receio inicial, mas depois aprovei a idéia!

    Causar um choque e levar os leitores a uma reflexão…
    Um texto profundo, que não discute apenas sobre se é correto ou não comer carne de cachorro, mas sim sobre a hipocrisia de julgar as crenças alheia…
    Um belo texto, gostaria de poder escrever algo deste nível.. ehehe!

    Sabia que receberíamos muitas criticas de pessoas que entenderam apenas a parte superficial do texto… Fico feliz que você tenha entendido a essência da mensagem!

    Toda vez que leio de novo, fico imaginando o que um Vegan, budista ou hindu deve pensar de nós, quando olham cenas de um matadouro de pecuária… Creio que até se a gente visse, ficaria um tempo sem comer carne… eheheh!

  7. Para: @Melissa

    Olá Melissa! Fico feliz de finalmente receber um comentário que não aprova essa tradição coreana e que não apela para “palavras de baixa categoria”.
    Um comentário de crítica, pouco tolerante com diversidades culturais mas feito de modo educado.

    Concordo que não é nada educado quebrar as regras e costumes locais… Se estamos em um lugar, devemos respeitar seus códigos sociais e morais.

    Pena que você nos acusou injustamente devido sua impaciência.

    Eu modero sim os comentários, em nenhum momento vou deixar ser aprovados palavrões ou ofensas racistas. Também me reservo o direito de deletar comentários que não agregam nenhum valor a discussão, ok? =)

    Também devo alertar que é um pouco rude simplificar as ricas culturas chinesa, japonesa e coreana como uma coisa só… Seria o mesmo que falar que português é igual a espanhol e italiano ou turco ser igual a grego e árabe.

    No mais agradeço sua visita e comentários. E peço um pouco de paciência. ;)

  8. Cultura é o escambal, quem come frango, boi ou porco, nõ tem autoridade pra falar nada!
    Todos sentem frio, dor e medo.
    Quem patrocina a destruição do meio ambiente e o direito a vida dos animais, seja por ignorância ou indiferença nunca vai intender o verdadeiro valor das coisas.

  9. fico revoltada em saber q tem gnt q axa que comer carne de cachorro é normal, e ver as fotos lá em cima é normal também aposto q vcs também tem um animal de estimação, olhe bem nos olhos dele e pense em você matando ele pra comer sou vejetariana detesto carne de qualquer espécie e sem brincadeira chorei ao ver essas fotos

    ODEIO A CHINA AMO OS ANIMAIS

  10. Bom, acredito que todos devam ter um minimo de razao.
    Nos brasileiros, nascemos possuindo um bichinho de es
    timaçao, como um cachorro. Pra nossa cultura, e impossivel aceitar um comentario afirmando ser normal
    ser consumido, nao importa qual lugar do planeta.

  11. Oi gente, Adorei o blog, muito interessante e curioso, PARABENS!!!!!

    Nao sei se eu comeria carne de cachorro, acho dificil um brasileiro comer, concordo plenamente com o comentario do TAKESHI.
    tambem nao acho que os cachorros sao melhores que os bois, porcos e frangos, por isso respeito a cultura de cada um, pois do mesmo jeito que um brasileiro abomina um coreano que come cachorro, um indiano tbm nao suporta pensar em alguem (como nos) que come carne de boi.

    so que eu acho que ja que os bichinhos tem que morrer para nos alimentar, bem que podiam dar um tipo de ingecao e pronto,,eles morriam sem sofrer…isso e o minimo ,mas isso vale para todos os animais, nao so para os cachorros, mas para os pobres porcos e bois que sofrem muito antes de morrer.

    Apesar de eu ter um cachorrinho que eu amo, acho ridiculo como os brasileiros defendem os cachorros e nunca pensa que a carne preferida deles tbm e um animal indefeso, que nao fez mau para niguem.

    Eu adoro a cultura oriental, tao rica e sabia, vou para a china no meio do ano, com certeza cachorro eu nao vou comer, mas outras comidinhas exoticas,,ahhhh…vou tentar…rs

    Eu amo os animais, nao acho que se alimentar de um animal e maltrato,torturar um animal antes de morrer e maltrato, abandonar um cachorro na rua depois de anos cuidando dele e maltrato, aqueles rodeios , os pobres animais de circos que sao torturados ,as rinhas de galos que eles lutam ate a morte, etc etc etc. isso sim e maltrato.

    A china e muiiito pequena para tanta gente que mora la, eles tiveram que aprender a comer todo tipo de alimento , isso e errado? nao , e sobrevivencia!!!!

    obrigada pela oportunidade!!!

    abraco para todos.

  12. Concordo, muitos brasileiros se escandalisam com a tradição coreana de comer cachorro, mas esquecem que assim como o cachorro, o boi e o porco também são animais. A única coisa que muda é a diferença cultural! tem gente que se escandalisa muito com o diferente. Mas o pior mesmo é quando essas pessoas acham justo impor sua visão cultural á outros povos (FACISMO CULTURAL).
    .
    .
    Prefiro ver um coreano/chinês comendo carne de cachorro do que ouvir um brasileiro demonisando a cultura de outros países. Acho que algimas pessoas deveriam se candidatar no cargo de Deus.

  13. ” seres despresíveis que maltratam animais devem ser aniquilados. se eu fosse um presidente dos estados unidos mandava jogar uma bomba no japão, outra na india e outra na china…
    se dizem tão inteligentes porque não produzem comida artificial, alguma coisa que substitua a carne envez de ficarem sacrificando animais…
    a partir de hoje odeio todo oriental que ver na minha frente!
    eles ja estão pagando no inferno…

  14. Cristiano, concordo com você ao dizer que a China e o Japão maltratam muitos animais, mas não menos que paises ocidentais como EUA, Noruega ou mesmo o Brasil… Já analisou que o bacon ou a mortadela que vc come é as custas de um pobre porco, que nasce e vive em um curral muito apertado, só engordando grotescamente? Muito fácil falar da cultura dos outros e ser alienado com relação a própria… Ninguem é mais inocente, só porque comeu o animal morto por outra pessoa e triturado e multiprocessado até virar uma pasta disforme.

    E outra coisa… A cultura indiana respeita muito mais os animais que a maioria das culturas ocidentais…

    Não igual países de culturas tão diferentes… Seria o mesmo que dizer que o Brasil, a Argentina, o Paraguai e o México são tudo a mesma coisa…

  15. Sim, comemos bois, frangos e porcos. A maioria é criada para esse fim. Na China, onde tudo se come, também há bois, frangos e porcos.
    A questão não é “o que se come”, e sim de “como” e “porquê”. Essa perseguição aos costumes asiáticos não param só na culinária, sua cultura e valores à vida chama muito a atenção do mundo, não é à toa que o governo Chinês priva ao máximo a liberdade de expressão, pq sabe que o país não será bem visto, sabem que de certa forma trata-se de bárbaries, mesmo muitas vezes não entendendo o porquê.
    Quem já assistiu vídeos como “o quarto de morte” uma alusão ao quarto de dormir vai entender bem a questão de valores e tabus quando a vida.
    Tentem entender a questão do senso comum, que não há.
    Tudo é resolvido de forma preconceituosa, mecânica, arcaica e financeiramente rentável no mundinho da China medieval contra invasores mongóis.

  16. eu vi na tv um dia desses uma reportagem que passou sobre cães na redetv..inclusive foi no programa panico na tv ..mostrou as relações do homem com o cão e lá eu pude ver cenas na Kóreia onde apareciam todas as raças de cachorros trancando em jaulas minusculas e sendo arremessados nelas com muita força..e na Turquia onde jogam cachorros em caminhões de lixo depois de tortura -los eu como carne de bovinos e suinos e sou totalmente contra maus tratos á animais + sei que isso é uma coisa que anda mudando ja ñ se maltrata + como era costume hj tem outras tecnicas de abate..mais comer carne de cachorro é um terror pra todos nós pois é um animal que demontra muitos sentimentos nos seus atos.

  17. A questao eh que na natureza selvagem nem os carnivors comem outros carnivoros, mas tem sempre que ter o ser humano para contrariar a natureza, carnivoro come herbivoro e nao outro carnivoro.

  18. @Milena: Minha cara, eu concordo com o que você diz, mas se nós formos racionais, a criação de aves numa gaiola apertada não é bem cruel? E a caça das focas? E a caça às baleias? E a caça às presas de marfim dos elefantes (e chifres dos rinocerontes)? Todo ser humano pode ser egoísta e cruel independentemente de sua origem, cor, gênero, idade, classe social, crenças, etc.

    A crueldade deste ato de tortura seria comparável às touradas, brigas de galo, pitbull, etc. A única diferença é que eles não o fazem por sadismo ou por dinheiro, mas por que crêem que isso torna a carne afrosidíaca.

    Ah, eu espero que você ao menos seja vegetariana, cara Milena Carina Júnior. ;)

  19. Este hábito parece estar diminuindo mesmo no oriente. O cão é um animal doméstico, grande companheiro do homem. Há certamente uma grande interção entre o homem e este animal, inteligente, dócil, companheiro. E como foi comentado, parece que a carne de cachorro nem saborosa é. Em épocas antigas de grande fome, em algumas regiões do oriente, a falta de opções era grande , e é compreensível que se apelasse para os canídeos como refeição. Hoje não há mais necessidade disso. Vale mais a pena curtir seu bichinho, que tem naturalmente uma vida tão curta, como o melhor amigo do homem. Fiel, não abandona seu dono sob qualquer circunstância, mesmo que seja um mendigo sem teto. O homem, com toda a sua ciência e tecnologia, não foi capaz de prolongar a existência deste ser extraordinário, que vive apenas cerca de 15 anos. Que pena!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>