Duan wu jie – festival oriental de maio

“端午節” pronuncia-se “Duan wu jie”. É um dos festivais importantes na China, Hong Kong, Taiwan, Coreia do sul e Macau. É comemorado no dia 5 de maio seguindo-se o calendário lunar. Há varias lendas sobre a origem deste dia. Seguem-se abaixo as três mais faladas nos dias de hoje.

A palavra “Duan” significa “início” ; “wu” significa “cinco”e “Jie” significa “dia comemorativo (festival)”. Por isso “Duan wu jie” é traduzido como “o festival do início de maio ”.

Maio (calendário Lunar) não é um mês bom para os chineses, porque antigamente no sul da china era um período favorável às doenças e por isso era considerado um mês de má sorte.

O festival “Duan wu jie” foi estabelecido nesta data por causa da morte do poeta “qyu yue”, que se suicidou no rio “mi lo” pela tentativa frustrada em aconselhar o rei (a.C.278). A segunda lenda diz que: “Duan wu jie” é para lembrar de “Wu Zi Xyu”, um importante ministro da dinastia Wu (a.C.585). A terceira lenda diz que: antigamente o povo da região sul da China acreditava que era descendente do dragão (Deus do rio). Por isso, o povo daquela região embrulhava arroz em folhas de bambu ou enchia o próprio bambu de arroz, e os jogava no rio. Também visitavam os parentes e amigos em barcos com formato de dragão e de vez em quando realizavam competições de remo. Nos dias de hoje, competir com barcos com formato de dragão e comer o arroz embrulhado em folhas de bambu, são atividades essenciais deste festival.

veja mais imagens neste link

Texto fornecido por Wun Ching Kuei – Professor de língua chinesa (tel. 3744-4125)

Lançamento do livro YUBA

Yuba é uma pequena comunidade agrícola do interior de São Paulo, que mantém muito forte as tradições japonesas. O trabalho rural diário é misturado a uma intensa vivencia artística, como musica, dança e teatro. Neste evento a seguir, vocês terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre essa interessante comunidade, que é ao mesmo tempo simples e singela, por meio das fotos de Lucille Kanzawa e da apresentação do grupo de balé de Yuba.

Textos e imagens a seguir são da divulgação do evento
por: Assessoria de imprensa do evento

Caros,

E lá se foram quase 7 anos de capinar… A hora da colheita finalmente chegou e gostaria de compartilhar este momento com vcs.

Convido-os para o lançamento de meu livro de fotografias YUBA, com textos de minha autoria, Diógenes Moura, curador da Pinacoteca, e do jornalista Xavier Bartaburu.

Dia 1º. de maio, sábado, das 11h às 14h, na Pinacoteca do Estado.
Apresentação do balé Yuba às 12h.

Repassem e divulguem! Espero vê-los lá!

Um grande abraço,

Lucille

Para saber mais:

httpv://www.youtube.com/watch?v=epTo5Ei7Pwc

httpv://www.youtube.com/watch?v=L33D3PhkjSM

httpv://www.youtube.com/watch?v=M434ZTSy1fU

www.japao100.com.br/agenda/134/

……..
Lucille Kanzawa
+55 11 9292-3357

lucilleka@uol.com.br
www.flickr.com/photos/lucillekanzawa

Ikebana curso – Sabado cultural amo japão

Textos e imagens de divulgação do evento
por: Assessoria de imprensa do evento

Sábado Cultural “ Amo Japão”

O Centro Brasileiro de Língua Japonesa promoverá no segundo sábado de cada mês o “Sábado Cultural”

O evento tem como meta de compartilhar os assuntos culturais referentes ao Japão com todos os que amam a cultura japonesa.

Mês de Abril

IKEBANA – Palestra & Workshop
Colaboração: Associação de Ikebana do Brasil
Conheça a filosofia japonesa através de Ikebana

日本の心

Data : 10/04/2010 14:00~16:30
Local: Centro Brasileiro de Língua Japonesa
Rua Manuel de Paiva, 45, Vila Mariana – São Paulo
CEP: 04106-020 (próximo do metro Ana Rosa)

Investimento:

R$30,00 (sócio de CBLJ)
R$45,00 (não sócio)
+
R$20,00 (despesas de materiais)

Inscreva-se até o 05/04/2010 !!!
Vagas limitadas !!! Inscreva-se já!!!
Para maiores informação entrem em contato até o Centro Brasileiro de Língua Japonesa:

Contato com Patricie
Tel: (11)5579-6513 / Fax: (11)5574-0111
Patricie: kariya@cblj. com.br

As Personalidades e o Museu – exposição japonesa


Exposição
“As Personalidades e o Museu”

Data:
De 02/12/2009 a 31/01/2010

Horário:
terça a domingo, das 13h30 às 17h30

Local:
Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
(bilheteria no 7º andar) Edifício do Bunkyo.
Rua São Joaquim, 381 – 9º andar – Liberdade – São Paulo


Continue reading

‘Ópera do Malandro’ de Chico Buarque ganhou versão japonesa nos palcos

Artigo escrito pelo nosso colaborador Ricardo Oshiro , ator de teatro e ex membro do seinen bunkyo.

Achei muito interessante. Como será que ficou “taca pedra na Geni” em nihongou?

Site oficial:
http://www.duncan.co.jp/web/stage/malandoro/top.html
(site em japonês)

(Matéria publicada no jornal brasileiro “International Press”, de circulação exclusiva no Japão) © Mitsuo

A adaptação traz no elenco a brasileira Marcia (de vermelho), que interpreta a prostituta Margot.

Montar uma peça de teatro com mais de 30 anos de história não é uma tarefa fácil. Ainda mais quando ela retrata um universo tão particular quando a Ópera do Malandro, musical escrito por Chico Buarque que ganhou os palcos cariocas em 1978, foi lançado pela indústria fonográfica um ano depois e, posteriormente, em 1986, estreou nos cinemas sob a direção de Ruy Guerra.

Mas as referências ao clássico brasileiro não param por aí: há uma semana, a peça inspirada na Ópera dos Mendigos, de John Gay, e na Ópera dos Três Vinténs, de Bertolt Brecht e Kurt Weill, também ganhou uma releitura japonesa. Essa é a segunda montagem Continue reading

Tooro Nagashi – festival das lanternas flutuante japonesas

Tooro Nagashi

tooro - lanterna japonesa flutuanteO Tooro Nagashi é um belo festival tradicional japonês, na qual são colocados lanternas flutuantes nas aguas de um rio. A lanterna (tooro) é feitas de papel, iluminada por uma vela em seu interior e inscrita mensagem para os antepassados e entes queridos falecidos.
Uma mistura de tom melancólico com a alegria de um festival. A escuridão do anoitecer em contraste com o brilho colorido das lanternas refletindo nas aguas.

O Tooro Nagashi tem origem na tradição budista chinesa, na qual se acredita que Continue reading

EXPOSIÇÃO MULTIMÍDIA: “HANGUL, MAIS QUE UM ALFABETO”

Eventos orientais - matsuri, festas japonesas, chinesas, coreana

hangul | exposição multimidia coreanoEXPOSIÇÃO MULTIMÍDIA: “HANGUL, MAIS QUE UM ALFABETO”

Local: Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura (Av. Paulista, 37)
Período: 8 a 11 de outubro de 2009, das 10h às 22h
Organização: Grupo de Estudos Coreanos – USP (Coordenadora: Profa. Dra. Yun Jung Im)
Patrocínio:
Consulado Geral da República da Coreia em São Paulo
Korea Foundation / Korea Literature Translation Institute
Associação Brasileira dos Coreanos / Associação Brasileira de Educação Coreana



Continue reading

RAMAYANA – peça infantil hindu

ramayana lenda hindu

Textos e imagens de divulgação do evento
por: Assessoria de imprensa do evento

ramayana | peça de teatro infantil - hinduO Ramayana, poema épico Hindu de Valmiki é considerado um dos mais antigos da Índia. A estória de Rama faz parte da vida cotidiana hindu, estabelecendo regras de conduta e de vida (o “Dharma”) e norteando a vida do indiano desde a infância. A vitória de Rama, símbolo do Bem, sobre Rávana, símbolo do Mal, é ainda hoje celebrado em toda a Índia durante o festival Dassera, que ocorre em meados de outubro.

A estória da peça inicia-se com um mundo devastado pela raça dos rakshasas, liderados por seu Rei, Rávana, um tirano de Dez Cabeças. Para salvar a humanidade, o próprio Deus Vishnu encarna na Terra como Rama, príncipe herdeiro de Ayodhya, e sua consorte, a deusa Lakshimi, vem ao mundo dos homens como Sita. Rávana vem a saber da beleza de Sita e consegue, ardilosamente, raptá-la. Rama, desesperado, pede ajuda a Hanuman (deus-macaco), que descobre o paradeiro da princesa: a cidade de Lanka, uma ilha ao sul da Índia. Inicia-se a guerra para Continue reading